jusbrasil.com.br
23 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Aleac homenageia jovens acreanos em alusão à Semana Estadual de Juventude

    Em homenagem à Semana Estadual de Juventude, a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) promoveu uma sessão solene para celebrar a data nesta quinta-feira (10). A solenidade é fruto de um requerimento conjunto dos deputados Ney Amorim (PT), Maria Antônia (PROS) e Manoel Moraes (PSB).

    O presidente da Aleac, deputado Ney Amorim, destacou a importância da participação dos jovens no cotidiano do Parlamento acreano e ressaltou que a Casa do Povo sempre estará com as portas abertas para receber a juventude acreana.

    “Agradeço aos representantes da juventude que estão presentes e também a todas as autoridades que prestigiam esta sessão solene. É sempre bom abrirmos as portas do Parlamento para ouvir os jovens, trazendo reflexões sobre o que eles são e o que desejam ser. Nasci e cresci na Baixada da Sobral e estou feliz em ver também a participação da juventude de lá. Faço questão de abrir o plenário da Aleac para eles, por isso me comprometo a estar presente todas as vezes que precisarem”, pontua o presidente o Legislativo acreano.

    O líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen (PT), disse que é necessário o estabelecimento de uma relação harmoniosa entre as instituições e a juventude, afim de se promover uma cultura de paz. A fala do parlamentar baseou-se nos relatos apresentados pela maioria dos jovens que utilizaram a tribuna da casa para falar do sentimento trazido por eles quanto a ação das polícias, em termo de Brasil, referente às abordagens aos jovens.

    “Este é um mês que está voltado para a reflexão acerca das ações, direitos e deveres dos jovens e as relações estabelecidas por eles com as instituições. É importante ressaltar que a cultura de paz e convivência pacífica deve sempre se primada nessas relações. O mês da juventude traz, além de toda uma programação específica, um debate em relação aonde se deve avançar”, disse o deputado acreano

    A assessora da juventude do Partido dos Trabalhadores, Alana Manchineri, discorreu sobre as dificuldades enfrentadas pela juventude, e destacou a importância da abertura de mais espaços para que eles possam mudar a atual realidade.

    “Quero agradecer ao presidente da Aleac, deputado Ney Amorim, e a todos os presentes nesta homenagem. Precisamos, enquanto juventude, ser mais críticos e participarmos ativamente dos debates em todos os âmbitos políticos. Sou jovem, mulher, indígena e sei o quanto é difícil termos voz em muitos lugares. Por isso devemos ir às escolas e debatermos mais com os estudantes, pois eles sabem aquilo que precisam”, ressaltou.

    O diretor de Gestão Interna da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Cultural, Antônio Crispim, parabenizou a Polícia Militar pelo trabalho desenvolvido por meio de programas como o Proerd, que atua para que a juventude não enverede pelo caminho das drogas.

    “Queremos parabenizar o governo do Estado e a Polícia Militar do Acre, que desenvolve um trabalho importante que é o Proerd. E só para dizer: eu não concordo com a truculência de alguns que denigrem a imagem daqueles que dão a vida pela gente. O debate é salutar, vamos para as ruas. Assumam lugar na câmara de vereadores e nesta casa para somar com a criação de leis que beneficiem os nossos jovens”, salienta.

    O deputado Raimundinho da Saúde (Podemos) também fez uso da tribuna. Citou como exemplo de ações práticas de atendimento à juventude o pré-concurso desenvolvido pelo seu gabinete, com o apoio de parceiros, que beneficia mais de 500 jovens na Baixada da Sobral.

    “Sempre procuramos trabalhar e olhar com mais carinho para os nossos jovens. O mandato de deputado estadual é pequeno para atender toda a demanda da juventude. As demandas são grandes e de diversos segmentos. Conseguimos instalar um pré-concurso no qual temos 500 jovens inscritos. Criamos uma aula de aeróbica, 100 mulheres praticando saúde. É preciso, Matias, fazer um encontro de discussão com a juventude”, salientou.

    Finalizando a solenidade, Ney Amorim voltou a falar e enalteceu o trabalho da Polícia Militar do Acre. Para ele, não pode haver generalizações nas ações policiais. Ele pediu a união de todos no enfrentamento à violência no Estado.

    “Quero fazer o reconhecimento também ao combate contra a criminalidade, se existem excessos eles precisam ser corrigidos e a Polícia Militar tem trabalhado todos os dias, horas e horas seguidas para oferecer segurança. Este momento requer a união de todos, afinal estamos do mesmo lado, o da sociedade de bem”, salienta.

    José Pinheiro e Andressa Oliveira
    Agência Aleac

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)